Noivos Safados e Tarados

Sou corno e tenho fantasia de ver minha noiva dando pra outro. Como sempre fui cuidadoso, resolvi colocar em pratica da maneira que encontrei mais adequada. Bom, somos bem jovens, e ela sabe de minha fantasia, porem não aprova (algumas vezes bêbada, ela disse que toparia). Pensei, pensei.. e.. achei uma saída pro meu dilema, seria difícil, mas poderia ser, era encontrar outro cara como eu: noivo de uma gata que tivesse a fantasia de vê-la com outro. Depois de muitas noites perdidas em chats de internet.. estava la, o meu parceiro para as sacanagens que estavam para vir. Era um noivo da minha idade que adorou a minha ideia. Trocamos muitos emails com as nossas fantasias e fechou todas. Resolvemos nos conhecer, claro.. tudo sem nossas noivas saberem de nada. Marcamos, fui primeiro na casa deles, ele me apresentou como um colega novo do trabalho, ficamos conversando, falamos bobagens, bebemos um pouco e começarmos a falar de sexo. Ela meio que cortou o assunto, mas mal sabia que eu já conhecia a xoxota dela como ninguém (fotos). No outro dia, foi a vez dele me visitar, apresentei a ela como tbm um colega de trabalho novo. Naquela ocasião eu queria ir mais longe do que fomos com a mulher dele. Pedi para ela colocar uma saia curta que eu adorava e uma calcinha minúscula. Ela não entendeu, eu disse que era uma tara minha naquele dia pois uma colega de serviço estava assim hoje e queria ver ela tbm. Ela ficou puta da cara comigo, meu plano deu certo, ela colocou. Estávamos la, os três, jantamos, bebemos algumas e o papo foi pro sexo. Ela estava meio alta ja, começamos a falar sobre depilação e e etc. Ele falou que sua mulher não gostava de tirar tudo, achava que ficava muito parecida com uma criança. A minha gata ouviu isso e achou bobagem, pois adorava tirar tudo, “fica muito mais higiênico e bom para sexo oral” disse ela.

Ele disse que não sabia ao certo pois ela nunca havia tirado tudo. Neste momento começamos a rir, eu disse: “eu sei bem como eh, ela nunca deixa crescer, e eu adoro assim”. Ele insistiu que havia visto em revistas masculinas e realmente parecia infantil. Neste momento ela deu uma risadinha e como ja estava alta, me olhou e eu disse a ela, mostra duma vez como fica linda. Ela ficou com vergonha e disse que não faria isso. Ai eu disse pra ela ter pena dele pois era casado com uma mulher cheia de frescuras. Ela bebeu mais um gole e levantou, foi até o quarto e voltou com um shortinho de lycra, pela racha no meio das pernas vimos que estava sem calcinha. Ela disse: “vou mostrar só a pontinha, se contente com isso.” ele disse que seria o suficiente. Ela baixou o shorts até o início da rachinha. Falei que assim não dava pra ver nada, pois era em baixo que interessava. Ela me olhou e perguntou se eu tinha certeza que queria mostrar a xoxota da minha noiva a um estranho, perguntou se não estava bêbado demais, pois não queria brigar no outro dia. Eu disse que estava ok que ele era um cara aberto e que eu não me importaria. Não terminei de falar e ela abaixou o shorts até os joelhos. Quase gozei, ele ficou vermelho. Levantei e tirei os shorts dela e levantei uma de suas pernas, a xoxota dela ficou totalmente exposta. Convidei ele pra ver de perto como não era infantil. Ele olhou e elogiou. Observei e vi que ela ficou excitada e sugeri a ele que ensaiasse umas lambidas e sentisse como eh bom lamber uma xoxota depilada. Ela arregalou os olhos para mim e fez sinal com a cabeça que não. Ele não viu e meteu a cara nela, ela gozou em 20 segundos, estava muito ansiosa com a situação. Cheguei no ouvido dela e disse: “relaxa e curte o momento”. Mas não passou disso, ele tbm gozou nas calcas e ficou muito nervoso pois ja estava tarde. Foi embora. Comi minha gata três vezes vezes naquela noite.

No outro dia falamos e ele adorou a minha armação, queria fazer igual, só  que desta vez queria que eu comesse a mulher dele. Fizemos. Como ja havíamos ensaiado antes, foi mais fácil. A mulher dele bebeu muito e na hora de eu chupar ela, ela olhou para ele e disse: “a não, se for assim eu tbm quero” e começou a tirar a minha roupa e viu meu pau. Ate então não havíamos visto os paus um do outro. Mas ele tbm ja estava com o pau pra fora e vi que o dele era mais curto que o meu, porem muito mais grosso. Pensei comigo, a mulher dele não vai nem me sentir, vou só cutucar ela, mas já a minha, que para mim eh apertada, vai ter problemas com ele. Senti mais tesão ainda. Ela me olhou, olhou para ele e disse que meu pau era do tamanho ideal para uma fantasia dela: dar o rabinho. Ele meio que protestou pois ela nunca havia dado a ele, haviam tentado diversas vezes mas não deu. Eu adorei, fomos para a cama, comi ela na xoxota para lubrificar e depois comi o rabinho dela, ele ficou a menos de 15cm de meu pau, pensei que ele iria chupá-lo, mas não o fez. Gozamos muito, quando tirei o pau do rabo dela, fiz questão dele ver, bem de perto, como ficou aberto, ate se fechar. Ele me olhou e riu, ali eu vi que nossa amizade iria durar muito. Fui para casa correndo, estava tarde. Dias depois, perguntei a minha mulher o que ela achava de repetir a dose, ela disse que adoraria pois achou ele muito confiável. Falei com ele e ele topou na hora. combinamos para um dia a tarde, Falei com ele e ele topou na hora. combinamos para um dia a tarde, depois das 18hs, pois a mulher dele não podia desconfiar, já ficara braba da outra vez q ele se atrasou. Dada a hora certa e ele chegou, estava quente, começamos na cervejinha e terminamos com ele chupando ela de novo, desta vez ela conduziu melhor. Pelo menos ate ver o pau dele. Depois disso ela me olhou e disse que o comprimento era bom, mas a grossura poderia arregaçar ela.

Eu disse que era besteira, ela me puxou para o canto e disse que a ginecologista dela que disse para ela cuidar pois poderia se machucar com pintos muito grossos. (bem que eu achava ela apertadinha demais). Bom, falei que a decisão era dela, ela perguntou o que eu queria, eu disse que eu queria ver ela pulando naquela vara e depois chupar a xoxota dela toda arregaçada. Ela disse que iria tentar. Voltamos para a sala e chamamos ele para o quarto, peguei um tubo de ky e massageei a xoxota dela com o lubrificante. A cena era linda, eu preparando a xoxota de minha mulher para outro arrombar com tudo. Deixei ela bem linda, com os lábios bem abertos, na posição de frango assado. Ele veio. A hora estava chegando, colocou as pernas dela sobre seus ombros. Encostou a cabeça na entradinha, eu estava ali, a menos de 15cm olhando, abri com minhas mãos os lábios dela, ele começou a entrar, ela começou a gemer, senti ela se contorcer. Ele parou no meio, me olhou e disse com um sorriso: “esta apertada demais”. Eu disse: “então vc tera que dar um jeito nisso”. Ele começou o vai e vem a meio pau mesmo, não havia dado no fundo, ela começou a gemer e disse que estava um pouco desconfortável. Perguntei se queria parar e ela respondeu jogando o corpo contra o pau dele. Eu estava com a cara na xota dela, com o impulso bati de cara no pau dele, fiquei sem graça, os dois riram um pouco. Ele se posicionou e meteu no fundo. Ela deu um suspiro e disse que ele estava rasgando ela no meio, perguntou se queria parar e ela disse que não. Começou o vai-e-vem mais rápidos. Sai de cima e fui olhar por baixo, quando me posicionei por trás dos dois que vi a cena mais linda da minha vida, daquele ângulo dava pra ver o quanto era grosso e o estrago que havia feito.

A xoxota dela estava inchada, muito vermelha. Logo ele gozou e tirou o pau bem devagar, quando terminou de sair, ficou o buracão. Já havia visto aquilo em filme, só que neste caso o buraco não se fechava, como se ele tivesse remoldado a xoxota dela. Ela foi se levantar e sentiu umas pontadas, gelei. Pensei em levar ela num medico. Ele ficou mais um pouco e foi embora. Agradecemos a festa e ele foi. Ela não quis ir no medico, disse que seria normal assim uns dias depois voltaria ao normal. No outro dia ela deitou na cama e abriu as pernas, pediu pra mim ver se havia desinchado. Realmente desinchou, mas o buraco ficou. Me arrependi de ter feito isso com ela, perguntei pra ela o que tinha achado e ela levantou e me deu um longo beijo na boca. Nunca mais foi a mesma. Até hoje (2 anos depois) continuamos as nossas farras, eu no rabo da mulher dele e ele na xoxota arregaçada da minha. Claro, elas não sabem uma da outra, mas estamos planejando como revelar isso a elas.

Outros contos...

Comentários (0)

Somente assinantes podem deixar comentários!

Assine ou faça login para poder comentar.
21
Atrações
143
HQs
141
Atrizes
517
Vídeos
4855
Fotos
...